Friday, May 01, 2009

Conto do tempo real



Ele carregava um relógio no lugar do coração.Sentimentos não existiam.

Tudo deveria ser cronometrado,e completamente relacionado aos resultados.
Eram os fins justificando os meios.E aquela moça era acostumada a mimos,galanteios,
e tudo que envolvessem gestos desembaraçados,alheios mesmos àquelas preocupações mundanas.

3 comments:

Tchi said...

Gosto do título. Gosto do ensaio. E a imagem está um mimo.

Beijinhos.

BANDEIRAS said...

Oi,

Lindo !

Bjs

Daniel Hiver said...

Acho que também carrego um relógio no lugar do coração. Mas as vezes me sinto como se o relógio tivesse sem pilha. Completamente parado!
Daniel Hiver