Tuesday, May 16, 2017

Em mil pedaços



Partiu bem cedo.Deixando ainda o gosto do chá na sua boca.Contou-lhe toda a sua vida.Mas logo depois disse-lhe que a deixaria para sempre.As dores foram acumulando-se.E ela tentou cantar e dançar em festas banais.Foi tudo em vão.Porque a sua partida a partira em mil pedaços.E seus traços faciais tornaram-se melancólicos.E seu sorriso transformou-se em cartão postal para ocultar a deserta cidade que habitava.

8 comments:

lua singular said...

Oi Lia,
Lindo seu miniconto, mas tristinho
Beijinhos
Lua Singular

Giancarlo said...

Buona domenica

Toninho said...

Oi Lia.
Gosto dos minis.
Este perfeito na dor e na melancolia de quem viu o amor se esvair.
Abraços com carinho.

joel&samuel said...

Bom trabalho Lia parabéns😉

Germán Ibarra Zorrilla said...

Muy bonito!!! Gracias por pasarte por mi blog y comentar. Saludos cordiales desde España.

http://pensandoempoesia.blogspot.com.br said...

Bom dia Lia, leio-te desde o Recanto poetizando com Elio lá de Minas, creio ser vc!
O conto expressa melancolia, mas é envolvente demais!

Estou seguindo seu blog.
Bjss!

Pedro Coimbra said...

Passo por aqui, leio, gosto, vou ficar.

esteban lob said...

Hola Lia:
Paso a conocer tus otros blog, cada uno en su estilo, su sello y su arte.

Saludos chilenos.