Saturday, November 18, 2006

Maria rendeira

"Quantas vezes a vida nos
revela que a saudade
da pessoa amada,é bem
melhor que a presença dela".
Mario Quintana.

Quantas e quantas noites Maria passou acordada esperando o seu amado.
Que numa tarde de outono pegou seu barco e entrou mar a dentro.
Então Maria resolveu tecer uma colcha de renda.Para o tempo passar mais
depressa
e a saudade doer mais devagar.
Eram pontos e mais pontos e a dor da solidão se escondia no rendar.
O povo não a via mais nas ruas.Seu rosto não era mais feliz.
Sorriso há muito não dava mais.Luz do olhar se apagou.Vida toda sem
brilho.
As crianças não queriam mais dela se aproximar.Os amigos se afastaram
todos
e outros tantos a chamavam agora de Maria rendeira.Maria que rendava
pra
esquecer um grande amor.Maria que rendava pra ocultar a intensa
dor.Anos e
anos se passaram.Fios
feitos remendados e desfeitos pra serem recomeçados.A colcha era tão
igual
aquela saudade.Não terminava nunca.Fazia que acabava e começava de
novo.Maria esquecera de si.Maria se perdera no vento da ilusão.Nem
percebera
que aquele amor não lhe bastava.Era tão pouco que mal lhe cabia no
abraço.Aquele homem que um dia se foi nunca havia feito dela uma mulher
de
verdade.Mas apenas uma Maria que cumpria ordens.Recebia xingamentos e
pouco
afeto.Uma Maria que não tinha vida própria e que quem sabe agora
terminar a
colcha e pela primeira vez tece a sua própria vida.

51 comments:

Só mais um Cortez... said...

Muito bonito!
Muito profundo!
Muito triste!
Muito especial...
Adorei!
B-GIN

João Batista said...

Nossa, fiquei impressionado com o final do texto, como esse deu uma reviravolta. Ficou muito legal e mais-que profundo.
Faz-nos pensar realmente em viver nossas vidas antes que ela nos viva e passe nossa vida pra alguém que queira viver.
Gostei mesmo!

Beijo!

Cadinho RoCo said...

Renda que rende pensamento idéia e no mar barco ido lá longe em busca de peixe bom. Tudo é fazer na vida que faz a gente ser assim.
http://cadinhoroco.loginstyle.com

Thaís said...

Lindo!

A última vez que você veio aqui nesse seu blog foi no dia do meu aniversário, sabia?

DE-PROPOSITO said...

Visitei-te.
Felicidades.
Manuel

Cadinho RoCo said...

Na linha do traçado.
Cadinho RoCo bordado de Maria a vida traz outro traçado.
http://cadinhoroco.loginstyle.com

Cadinho RoCo said...

Desculpe, mas errei tudo no outro comentário.
Repito.
Na linha do bordado de Maria a vida tem outro traçado.
http://cadinhoroco.loginstyle.com

Helayne said...

Lia, sou Helayne e vim através do Blog da Thaís... na verdade me chamou atençao o nome "Pequenos Contos" ... me encantou!

Me encantou também a sua Maria Rendeira, uma Maria rústica, uma Maria cheia de imagens... e um final bonito, mas além de tudo esperançoso.

Parabéns

Um beijo

E voltarei mais vezes.

dudv said...

Belo e sem pieguices. Gostei!!!

david santos said...

Por favor!
Ajuda a que se faça Justiça a Flávia. Se és um ser com sentimentos, ajuda!
Eu jamais invadirei teu blogue, garanto! Mas ajuda.
Repara bem: eu, tu, seja quem for, tem nosso pai, nossa mãe, nosso irmão ou irmã, ao longo de 10 anos em coma, que vida será a nossa?
Se não tivermos a solidariedade de alguém com sentimentos, que será de nós?

TEMPO SEM VENTO

Ah, maldito! Tempo,
Que me vais matando,
Com o tempo.
A mim, que não me vendi.
Se fosses como o vento,
Que vai passando,
Mas vendo,
Mostrava-te o que já vi.

Mas tu não queres ver,
Eu sei!
Contudo, vais ferindo
E remoendo,
Como quem sabe morder,
Mas ainda não acabei
Nem de ti estou fugindo,
Atrás dos que vão correndo.

Se é isso que tu queres,
Ir matando,
Escondendo e abafando,
Não fazendo como o vento:
Poder fazer e não veres
Aqueles que vais levando,
Mas a mim? Nem com o tempo!

arteimitavida said...

me vi, de certa forma, nesse conto!

bjus

Janaina Staciarini said...

Há marias em todos nós.
Adorei, Lia. Muito bonito.

Fernando Pinto said...

«(...)Que numa tarde de outono pegou seu barco e entrou mar a dentro.

Adorei esta frase, este momento! Continua, porque vale a "pena"...

Beijinhos do teu amigo FM

Passa pelo meu RECANTO DO CONTO, onde escrevo contos para a infância, em http://recantodoconto.blogspot.com

Charlie said...

Querida Lia.
Tens um espaço aberto ao maravilhoso e o sonho. Recheado de metáforas e simbioses de sonho e realidade. Lindo numa só palavra, e prolonga-se dentro de nós para lá da leitura.
Vou linkar-te também, e já sabes que contas com a minha presença assídua.

Beijo

Carlos
http://cartassemvalor.blogspot.com/

arteimitavida said...

Adorei o texto ainda mais no momento em que estou vivendo...

parabéns

bjus

Cadinho RoCo said...

Passei por aqui em busca de novidade.
Cadinho RoCo

O Profeta said...

Convido-te a sentir a magia da minha Errante Nota

Oceano de mil contradições
Amar é uma batalha da emoção
Roubada ao sortilégio do vento
No gesto mágico de uma mão

Boa semana


Doce beijo

O Profeta said...

Para ti que me visitaste
Ao longo destes poucos meses
Ofereço-te uma prenda singela
Uma estrela de mil cores

Roubei-a ao firmamento
Deposito-a na tua mão
Para que neste Natal
Te ilumine o coração

Um Santo e Mágico Natal


Doce beijo

Mustafa Şenalp said...

çok güzel bir site.

BANDEIRAS said...

Legal garota,

Vida nova para a Maria.

Adorei o conto.

Parabéns,

Feliz Ano Novo

MADRUGADA... said...

Belo conto!

Liz said...

Tenho mania de ficar navegando de blog em blog, antes era pra ver como se faz, agora é por curiosidade de saber o os blogueiros andam postando...O teu é bem legal acho que volto de novo, ok?!
bye, bye

Denis Barbosa Cacique said...

Olá, Lia.

Muito obrigado pela visita e comentário lá no Nobre Ordinário!

Estou linkando vc tbem!

Gde Abraço!

Denis Barbosa Cacique said...

Essa coisa da saudade por amor me faz lembrar a vontade de comprar alguma coisa. As vezes eu coloco na cabeça que tenho de qualquer modo comprar isso ou aquilo. Aí compro, nas o objeto nas mãos nunca é tão bomo como quando está só na cabeça.
Um gde abraço e parabéns pelo belo conto!

Cadinho RoCo said...

Faz tempo que passei por aqui. Vontade de deparar com nova publicação.
Cadinho RoCo

Mustafa Şenalp said...

çok güzel bir site. :)

Falando de Amor said...

Passando para deleite com teus versos e aproveito para desejar uma noite inspiradora...bjos querida!

Cláudia - Mais prosa do que verso! said...

Menina,

vi seu comentario e adorei. Agora por que nao postou mais?

Bjo, Claudia

fadazul said...

Belos contos, bom findi, bjks

Eu, sem clone said...

Ah, e como existem Marias assim pela vida afora! Por amor, só por amor.
bjs

Laura said...

Marias e mais Marias...

todas em busca do amor, ou a espera dele.


Beijos!

Mustafa Şenalp said...
This comment has been removed by the author.
Delfim peixoto said...

Nostálgico

BANDEIRAS said...

"Quantas vezes a vida nos
revela que a saudade
da pessoa amada,é bem
melhor que a presença dela".
Mario Quintana.

Menina, isso é uma verdadeira cacetada.

Onde esetaria o engano?

bjs

elsha3er said...

السلام عليكم ورحمة الله وبركاته اسعدنى زيارة المدونة

hello iam hapyy to visit you i ahmed from egypt and i hope to visit me

ahmed

احمد الشاعر

Mustafa Şenalp said...
This comment has been removed by the author.
O Profeta said...

Atravesso o céu em sonhos
Três aves do mar, três raios de sol, três punhais
Seguem-me apontados à solidão
Ah este vento que sopra nos brandais



Vem viver comigo uma história real…


Bom fim de semana




Doce beijo

Gilbamar said...

Que agradável surprêsa conhecer este blog inteligente e cativante. Voltarei vezes outras.

Abraços.

João Mãos de Tesoura said...

Ou pensa que tece... como se o destino fosse desígnio só nosso! ;)
Blog interessante, n conhecia.

Bjs

Aníbal Raposo said...

Gostei muito do texto!
Beijos

meus instantes e momentos said...

é bom, sempre muito bom voltar aqui.
Maurizio

Bill Stein Husenbar said...

Foi belíssimo ler.

Perfeito.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Lata Mágica Recife said...

Que seus sonhos sejam realizados,
Bons momentos são chegados,
As coisas ruins... Serão parte do passado,
E o coração sempre acelerado,
Para que nada dê errado.

Vêm chegando 2009,
Época de celebrações, momentos bons,
Reunião em família, paz e amor.
Que em 2009 seja repleto de realizações

Um forte abraço dos amigos da Lata Mágica Recife

Odilene & Willam.

João Pedro said...

gostei muito do espírito do blog.
vê se entra no meu também: www.poesiaimoral.zip.net

Manoel Carlos said...

Na dor da perda, Maria se encontrou.
Manoel Carlos

D.Ramírez said...

Vi que voc~e não é apenas boa de traço, mas de texto.
E Maria rendeira, agora mudando a vida, e acreito pra melhor ainda.

Besos

O Profeta said...

CONVITE

Porque as palavras são tantas, imensas, são ternura o afago, cruéis ou vil loucura. Quando ditas não voltam à boca.

Convido-te a partilhar “ALQUIMIA DAS PALAVRAS” no lançamento do livro com o mesmo nome da autoria de Armando Moreira, que terá lugar no dia 24 de Janeiro de 2009 pelas 21 horas e 30 minutos no Coliseu Micaelense.

O livro será aberto e do seu interior irão brotar canções, histórias e teatrices numa noite em que o feitiço estará presente e será servido por actores, cantores e poetas com a magia da Palavra…


Mágico beijo

Samir Raoni said...

o final foi a melhor parte.

parabens!

O Profeta said...

Mudei os meus mais profundos desejos
Vi reflectida em ti a ternura
Não há derrota no sonho
Não há revolta, apenas brandura

O julgamento dos teus fracassos
É feito numa lagoa sem azul
Um milhafre lança um pio de raiva
Que atinge o branco das casas do sul


Boa semana


Mágico beijo

Hiago Rodrigues Reis de Queirós said...

Olá MOça...
olha, vou fazer um widget do teu blog para por no Literático, tudo bem?

assim, a cada conto que vc postar, lá aparecerá um link para os visitantes do site conhecerem seu blog...


parabéns pelo enorme talento!

Um forte abraço!

Laura said...

Maria... ela devia tecer a colcha pra enfeitar a cama para um homem de verdade...

mas enfim, amor é isso...

bjoooooooo