Monday, October 25, 2010

Rumo certo





Tentou abandonar aquela mulher como se ela fosse uma lata que restou da bebida consumida.Ela chorou derramou prantos e lágrimas tão quentes que a morte quase apertou seu coração.Mas ela clamou aos santos e anjos guardiães dos derrotados e eles a ouviram e cuidaram de amenizar sua dor.Não é assim que um amor de tantas temporadas termina.Cruel palavra ato insano porque a escolheste se não era sua verdadeira eleita?A vida deu-lhe provas de que seria duro viver sem ela.Ela te alertava te protegia te rumava e te dava tanto amor.Que nem dá pra acreditar que consigas dormir sem os braços seguros dela.

17 comments:

Marcus said...

Virei seu fã Lia!A página de seu Blog está nos meus favoritos!
grande beijo

Manoel Carlos said...

Rumo certo? Talvez a melhor forma de se encontrar seja perder-se nos braços da amada..
Manoel Carlos

MichelleM. said...

Olá gostei muito do que escreves...
Abraços!!!

Olho no olho said...

Gostei da forma completa que você escreve seus pequenos contos com começo, meio, fim e em cada parte com sua beleza e encanto próprios.
Parabéns e gostaria de segui-la no meu blog.
Um abraço
Francisco Diniz.

Lia Noronha said...

Obrigada pelo carinho Marcus
volte muitas vezes mais.

Lia Noronha said...

Manoel Carlos: é o caminho mais desejável..o do amor...e seus tantos mistérios...obrigada pela visita.

Lia Noronha said...

Michele: irei conhecer a sua página..e desde já obrigada.

Lia Noronha said...

Francisco: que bom qu egostou...isso é uma honra pra mim.
Abraços mil!!

Bábih said...

Entrei no seu blog por acaso a procurando textos pequenos para a minha vó ler gostei da siplicidade das suas postagens que misturam sentimentos e situações.
Já estou seguindo seu blog, gostei de vdd.
Ah se puder dar uma olhada no meu que
fiz recentemente eu agradeceria, é babihretalhos.blogspot.com
Bjos!

Dica Cardoso said...

Amei tudo por aqui,voltarei com calma para ler-te mais!

Abraços no coração!

PS:Não achei onde tornar-me tua seguidora,qualquer coisa,deixa dica lá no blog,tá.

HBC HD said...

HBC HDTV:
Convidamos você cara leitora, que goste de ler e apreciar um bom conteúdo, onde se encontram tudo sobre: Celebridades, Televisão, Futebol, Coisas Bizarras, Novelas, vídeos de música, pegadinhas e desenhos antigos e atuais, séries e muito mais.
Contamos com a sua audiência ! Pois um Blog como o HBC HD merece grandes Leitoras como você. Nos visite e seja nossa seguidora você não vai se arrepender !
Ao nos seguir, retribuiremos da mesma forma, seguindo o seu blog, que é de muito bom gosto.
Ass: HBC HD. www.hbchdtv.blogspot.com

Jefhcardoso said...

Lia, a ingratidão está em alta. É consentida e quase uma regra nestes dias. E os verdadeiros laços estão em baixa, são quase uma cafonice aos olhos da maioria. Quase ninguém assume isso, mas é o que temos visto se repetir e repetir.

Abraço do blogueiro Jefhcardoso

Machado de Carlos said...

Adorei seu pequeno conto. Assim como procuro escrever sonetos. Os quatorze versos dos sonetos são simples e de fáceis leituras.

Pedro Antônio said...

Adorei seus textos!!

Um abração!

:)

Pedro Antônio

Rodrigo said...
This comment has been removed by the author.
Dica Cardoso said...

Nem todos sabem dar valor ao que tem ao lado,sempre presente,independente das circunstâncias...É a verdade estampada neste teu conto!
Belíssimo tudo por aqui!

Abraços no coração!

Lara Kustrowa said...

Lindo, a gente se sente ai dentro.